CBH diz ter enviado resposta à FEI, mas rejeita tornar público o teor

Posted on

A CBH (Confederação Brasileira de Hipismo) segue sem se posicionar publicamente sobre a carta do presidente da FEI (Federação Equestre Internacional), Ingmar de Vos, que pede nova eleição na entidade brasileira como forma de pacificar o turbulento cenário hípico por aqui.

Na tarde desta terça-feira, 22/6, após novo pedido feito por este BLOG, a assessoria da confederação procurou colocar uma pedra no assunto ao afirmar: “A resposta à FEI já foi enviada, mas o seu conteúdo não será divulgado pela CBH”.

Este BLOG vem encaminhando sucessivos pedidos à CBH para que a entidade divulgue suas impressões e conclusões a respeito do bombástico teor da carta – originalmente endereçada, em maio, às duas chapas que polarizam as recentes disputas pelo poder.

Resumo

Em 31/5, após uma primeira solicitação, a assessoria da confederação respondeu no mesmo dia: “A CBH já encaminhou a carta para o departamento jurídico, que está consultando a sua assessoria externa e internacional sobre a questão. Só após a resposta deles, a CBH se pronunciará oficialmente”.

Em 1/6, 4/6 e 8/6, a CBH recebeu novos e-mails deste BLOG e, no próprio 8/6, repetiu a justificativa de forma mais sintética: “Referente à carta da FEI: continua em análise jurídica”.

Outros e-mails voltaram a ser enviados à CBH em 21/6 e 22/6. A mais recente devolutiva foi justamente a desta terça, 22/6, agora, com a negativa de divulgação do conteúdo da resposta à Federação Equestre Internacional.

Reputação

O espaço continua aberto neste BLOG para que a CBH, caso mude de opinião, possa compartilhar com toda a comunidade hípica o que pretende fazer diante da contundente mensagem do presidente da FEI.

Vale lembrar que, entre outros aspectos, o dirigente belga ressalta que a turbulência brasileira fere a reputação do hipismo no mundo.

Conforme já divulgado, Ingmar de Voz coloca-se à disposição para prestar assistência na realização da nova eleição, pretendida também pela oposição à atual gestão da CBH, e indica que deseja manter os desdobramentos em observação pela FEI.

A mais representativa instituição do hipismo também sinaliza com o risco de suspensão da CBH caso os nós que envolvem toda a controversa situação na entidade não sejam desatados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *