CBH alega que gasto com pregão ficará em torno de R$ 300 mil

Posted on

O pregão eletrônico 001/2021, alusivo à aquisição de obstáculos, resultará, na prática, em gasto em torno de R$ 300 mil, alega a assessoria da CBH (Confederação Brasileira de Hipismo).

Em edital, o “valor global estimado para esta contratação é de R$ 2.157.240,00 (dois milhões, cento e cinquenta e sete mil, duzentos e quarenta reais)” – com paraflancos, varas e outros itens do segmento.

A soma gerou dúvida em alguns cavaleiros – que, assim, procuraram o BLOG em busca de detalhes, inclusive sobre forma de distribuição futura.

‘Nem todos’

Procurada pelo BLOG, a assessoria da CBH respondeu, portanto, que, “na verdade, o pregão está anunciado em R$ 2 milhões porque foi pedida cotação para vários itens, porém não serão adquiridos todos”.

E ainda: “A previsão é gastar em torno de R$ 300 mil e trata-se de uma verba específica destinada à CBH para gastos com infraestrutura”.

Conclui a entidade, em sua nota por e-mail, que “a distribuição dos obstáculos se dará por meio de uma consulta a todas as federações e será feita de acordo com critérios técnicos”.

Outros questionamentos

O BLOG vem fazendo questionamentos adicionais: quais os itens da cotação; se não serão adquiridos, qual o motivo da referida cotação; quais os critérios técnicos; e quem definirá esses critérios.

A confederação colocou um comunicado em seu site: www.cbh.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *